Dicas de Viagem,  Notícias

Coronavírus: o que você precisa saber.

Como se não bastasse todos os vírus que temos agora surge o Coronavírus, oriundo da China que já se espalhou pelo mundo e que anda causando pânico nos viajantes. Mas será que todo esse desespero é necessário?

O Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias, tem sintomas iguais aos da gripe e é tratado da mesma forma. A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus.

Talvez você não saiba ou não se lembre mas já tiveram epidemias de outros tipos de Coronavírus. Em 2002 tivemos o SARS. Já tivemos também o MERS que por sinal matou muito mais pessoas do que esse novo vírus e o SARS. A gripe Influenza mata pessoas todos os anos, em 2018 os Estados Unidos teve 47 mil casos confirmados no início do inverno e 20 crianças morreram. Os mais vulneráveis nesses casos são idosos e crianças pela baixa imunidade e pessoas que já tenham algum problema de saúde. O mesmo estamos vendo nesse novo vírus.

Em 2018 fomos para Orlando e na nossa conexão em Atlanta fomos “bombardeados” de informações sobre a gripe desde a hora que chegamos no aeroporto. Muitos cartazes explicando o que era e precauções a serem tomadas. Meu marido esqueceu e espirrou na mão, tomou um esporro de uma vendedora numa loja! rs Quando conto isso várias pessoas fazem cara feia do tipo “que grossa”, falam que ela não deveria ter feito isso mas gente: pra eles esses cuidados é coisa séria! Eles sabem que a gripe pode matar, se previnem. Então apesar da forma rude ela não estava errada e sim ele por não ter tomado os cuidados que fomos informados desde nossa chegada.

Os brasileiros estão em pânico mas não tomam os cuidados necessários ao longo da vida, acham que é bobeira. Não lavam a mão, não tem costume de ter álcool em gel, não sabem os protocolos. Adianta o estresse?

É necessário cuidados sim mas pânico não. Saiba abaixo como se proteger e um vídeo do Dr. Drauzio Varella falando um pouco sobre o vírus. Ainda não tinham confirmado casos no Brasil até a gravação deste vídeo mas até o momento as mortes que vimos foram em pessoas mais idosas, ou seja, com imunidade baixa e pessoas que não sabemos se tiveram tratamento adequado já que a China demorou a acreditar no alerta dado pelo médico Li Wenliang.

Coronavírus – É hora de manter a calma

A Dra. Carmen Dolea, diretora de regulamentações de saúde internacional da OMS (organização mundial da saúde) participou de um vídeo com perguntas e respostas específicas para viajantes. Como o video não tem legenda a revista Viagem e Turismo fez um resumo dos principais pontos que eu copio abaixo. Se quiser ver o vídeo clique no link.

  • Viajantes não precisam mudar seus planos de viagem por causa do coronavírus. Mas, claro, é fundamental estar bem informado sobre quais países impuseram restrições devido à epidemia e, sobretudo, ter uma boa higiene durante a viagem, lavando e/ou desinfetando as mãos com frequência.
  • A cabine do avião não é um ambiente particularmente perigoso. Uma vez que o vírus se transmite por gotículas de saliva (estima-se que possa sobreviver meia hora fora do corpo), e não viaja grandes distâncias pelo ar, valem as mesmas precauções que em qualquer outro lugar: lavar e/ou desinfetar as mãos e manter distância de pessoas que estão com sintomas como tosse ou espirros (segundo orientações da IATA, a tripulação deve estar orientada a reacomodar os passageiros “suspeitos”).
  • As máscaras são efetivas e importantes para evitar que uma pessoa contaminada transmita o vírus a outras (os japoneses, por exemplo, costumam usar máscaras desde sempre cada vez que têm um resfriado, para proteger os demais). Já para proteger as pessoas que não estão doentes, as máscaras aumentam mas não garantem a proteção. A OMS recomenda o uso de máscaras para as profissionais de saúde e outras pessoas em contato direto com doentes.
  • Caso você decida-se pela máscara, é importante saber como usá-la corretamente e estar ciente de suas limitações. Por exemplo: não adianta nada usar a máscara, tocar seu lado externo supostamente infectado com as mãos e depois coçar os olhos.
  • Evitar aglomerações reduz as chances de ser contagiado.
  • As mesmas recomendações de lavar as mãos com frequência valem para os passageiros de cruzeiros.
  • Evite viajar para as regiões mais críticas. Ou seja, para a província de Wuhan, na China, certos lugares da Coreia do Sul e do norte da Itália.

Então viajantes, lembrem-se: higienizar bem as mãos com água e sabão ou álcool em gel 70%; boa alimentação; melhora da imunidade; lembrar de colocar o rosto no braço quando tossir ou espirrar. Se por um acaso colocar as mãos usar algum lencinho e jogar fora em seguida, lavar as mãos.

Aliás tenho visto alguns vídeos ensinando a fazer higienizador com álcool em gel barato. Porém o valor é baixo porque usam o álcool 40% que não adianta nada! Então parem de acreditar em tudo da internet e procure fontes seguras.

Para finalizar, aqui vão mais algumas dicas: Como lavar as mãos corretamente; Coronavírus – É hora de manter a calma; Veja o que é FATO ou FAKE sobre o Coronavírus; Novo Coronavírus Mitos e Verdades.

FONTES:

Portal Saude: Coronavírus saiba o que é, como tratar e se prevenir

Portal Saúde do Viajante: Influenza nos Estados Unidos

Revista Viagem e Turismo

Foto:  Macau Photo Agency on Unsplash

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.